León Ferrari Palavras alheias

03 Out 13 Dez 2020 Pavilhão da Bienal exposição individual
León Ferrari, <i>Operativo Pacem in Terris</i>, 1972. Dirigido por Pedro Asquini. Arquivo de Ricardo Paoletta
León Ferrari, Operativo Pacem in Terris, 1972. Dirigido por Pedro Asquini. Arquivo de Ricardo Paoletta

Palavras alheias [Palabras Ajenas] é uma colagem literária de León Ferrari (1920-2013, Buenos Aires, Argentina) que se apropria de citações de personagens históricos para construir um diálogo sobre violência, guerra e poder. A obra foi parcialmente lida em público duas vezes (em 1968, no Arts Lab, Londres, e, em 1972, no Teatro Larrañaga, Buenos Aires), e apenas recentemente passou a ser apresentada em sua versão integral (desde sua leitura em inglês em 2017, no REDCAT, Los Angeles). Essa será a primeira leitura completa da obra no Brasil e em português.

Saiba mais sobre o artista aqui.

  1. Caroline A. Jones, Eyesight Alone: Clement Greenberg’s Modernism and the Bureaucratization of the Senses (Chicago: University of Chicago Press, 2005).
  2. Greenberg’s Modernism and the Bureaucratization of the Senses (Chicago: University of Chicago Press, 2005).
Compartilhe
a- a a+